Super Danieli - Clube de Vantagens
SAÚDE

Passo Fundo só tem dois leitos de UTI vagos para Covid-19


POR: Rádio Uirapuru
28-11-2020 - 09:59
COMPARTILHAR
icon-facebook icon-twitter icon-whatsapp
132 visualizações


Divulgação

Passo Fundo somente tem mais dois leitos de UTI disponíveis para tratar pacientes com Covid-19 pelo SUS. A revelação foi feita pelo diretor técnico médico do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), Dr. Adroaldo Mallmann ao vivo na Uirapuru  no final da tarde de hoje.É importante destacar que há ainda leitos de UTI na cidade para outras doenças, no entanto o que está com lotação máxima são os leitos específicos para Coronavírus.


Durante a tarde a Prefeitura de Passo Fundo informou em seu boletim diário que a cidade tem 43 pacientes internados nos leitos de UTI. Até pouco tempo Passo Fundo tinha 53 leitos para tratar estes pacientes, somando-se os hospitais locais.


No entanto, Mallmann explicou que, até o dia 9 de novembro  havia  30 leitos credenciados pelo Ministério da Saúde no HSVP e outros 23 no Hospital de Clínicas. O credenciamento é o pagamento dos custos de cada leito, feito pelo governo. No entanto, no dia 9 venceu o credenciamento destes leitos do HSVP  e o pagamento foi suspenso. Mesmo assim o HSVP deixou 10 leitos operando com os custos por conta própria.


Com o quadro piorando nas ultimas semanas a Coordenadoria Regional de Saúde pediu que o HSVP colocasse novamente mais 10 leitos, o que foi atendido. O hospital então está com 20 leitos abertos e com custos arcados pelo HSVP. Destes 20 leitos, apenas um está vago. No Hospital de Clínicas há outros 23 leitos disponíveis, sendo que todos estão também ocupados no momento. Os dois leitos disponíveis estão em hospital particular e  podem ser utilizados através do SUS.


O Dr. Mallman destacou que o hospital não está negando  atendimento, mas pedindo que o Estado custeie de forma urgente os leitos. Disse que o momento é grave e a população precisa continuar com as medidas de segurança. O médico alertou que os casos estão atingindo mais os jovens. Porém, os jovens estão levando o vírus para casa e contaminando os idosos e estes sim acabam desenvolvendo sérios problemas. Disse ainda que não adianta fechar comércio. O necessário é que as medidas de proteção sejam seguidas por todos

MAIS LIDAS DA SEMANA

MAIS LIDAS DA SEMANA

VER MAIS NOTÍCIAS

OPINIÃO

TOP 10