Ouça Ao vivo Peça Sua Música Android App iOS App

Economia

03.12.2019 - 10:25

75 visualizações

Governo negocia restabelecimento de tarifas sobre aço e alumínio com os EUA

Foto: Evaristo Sa / AFP / CP

O presidente Jair Bolsonaro revelou durante entrevista exclusiva à Record TV, na noite desta segunda-feira, que o governo brasileiro está negociando com os Estados Unidos sobre o restabelecimento das tarifas sobre o aço e o alumínio, anunciado pelo presidente Donald Trump ainda nesta segunda-feira. O presidente norte-americano usou sua conta no Twitter para anunciar medida sobre o Brasil e a Argentina que, conforme ele, estão com suas moedas desvalorizadas. Bolsonaro afirmou que a decisão de Trump faz parte de uma "estratégia política" e que está confiante em uma negociação nos próximos dias. Quando questionado sobre a permanência da decisão, Bolsonaro disse que "caso não tenha sucesso, me enganei sobre Trump". 

 

Em entrevista, Jair Bolsonaro voltou a reforçar que a economia brasileira encontra-se em um cenário positivo. Como parte disto, citou a aprovação da reforma da Previdência – que, segundo ele, o pacote mais importante proposto pelo governo. Para o presidente, o cenário favorável estimula ações externas para "desestabilizar" a economia. Como é o caso da declaração sobre o AI-5 dada pelo ministro Paulo Guedes. O pronunciamento de Guedes, que ocorreu no dia 25 de novembro, foi criticado por dezenas de autoridades, entre elas o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Na ocasião, o ministro afirmou que as pessoas "não deveriam se assustar se alguém pedir o AI- 5" diante de convocação de manifestações por lideranças da esquerda, como Lula. 

 

Para Bolsonaro, citar AI-5 enquadra-se como liberdade de expressão. "Não vejo nada de mais. Não vejo porque tanta pressão por causa disso. Pediram a cabeça de Guedes pra mim", declarou. O presidente disse que declaração de Guedes provocou uma pressão pela demissão do ministro. Sobre as ações do ex-presidente Lula, Bolsonaro disse que não vai responder as críticas que recebe sobre o assunto. Quando questionado sobre a soltura do ex-presidente, Jair disse que respeita decisão dos Poderes. Mas, politicamente, vê que Lula o beneficia ao "provocar um discurso de intolerância."

 

O presidente também respondeu às declarações do ex-ministro Gustavo Bebianno de que a democracia está em risco. Bolsonaro afirma que não merecia falar sobre Bebianno, não queria lembrar porque ele foi demitido e avalia que o ex-ministro deve estar feliz ao lado do governador de São Paulo, João Doria. Neste domingo, Bebianno assinou a filiação ao PSDB.

 

* Por Correio do Povo

Agenda

Top 10

  • 1MARÍLIA MENDONÇA - SUPERA (2019)
  • 2MATHEUS E KAUAN Part. Jorge e Mateus - QUARTA CADEIRA (2019)
  • 3BRUNO E MARONE - SHOW DE RECAIDA (2019)
  • 4DIEGO E ARNALDO - RELOGIO PARADO (2019)
  • 5JOÃO NETO E FREDERICO - RADIN LIGADO (2019)
  • 6MELIM - GELO (2019)
  • 7GIULIA BE - MENINA SOLTA (2019)
  • 8SORRISO MAROTO - REPRISE (2019)
  • 9IZA - MEU TALISMÃ (2019)
  • 10LILL NAS X Feat. Bily Ray Cyrus - OLD TOWN ROAD (2019)
Fale Conosco: 54 3344 1605
Tapejara/RS - Brasil
100e7 FM © Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por wg3web.com.br