Ouça Ao vivo Peça Sua Música Android App iOS App

Segurança

13.08.2019 - 17:33

86 visualizações

Deputado propõe fim do consumo de bebidas alcoólicas em toda a área privada dos estádios gaúchos

Foto: Reprodução

O deputado Luciano Zucco (PSL) propôs à Assembleia o fim do consumo de bebidas alcoólicas em toda a área privada dos estádios gaúchos, o que incluiria estacionamentos, rampas de acesso e áreas de convivência. Os parlamentares aprovaram, no fim de 2018, a liberação do consumo, mas o governador Eduardo Leite vetou o texto, conforme recomendação dos órgãos de segurança do Estado.

 

Depois de falar com médicos e com a cúpula da Brigada Militar, da Polícia Civil e do Ministério Público, Zucco ficou convencido de que o consumo de álcool altera a percepção do torcedor e provoca aumento da violência. Ao contrário do que ocorre hoje, segundo projeto do deputado, o torcedor não poderia beber nas rampas que dão acesso à Arena do Grêmio, por exemplo, nem na área aberta do estádio Beira-Rio. O parlamentar só não propõe o fim do consumo no entorno dos complexos esportivos porque, segundo assessores técnicos, a proibição não seria de competência da Assembleia.

 

Uma subcomissão sobre o consumo de bebias alcoólicas nos estádios foi instalada na Assembleia após o veto do governador ao projeto de Gilmar Sossella e Ciro Simoni (ambos do PDT). Os trabalhos do grupo chegaram ao fim nesta terça-feira (13), quando a Comissão de Desporto do Legislativo aprovou relatório do deputado Zucco, que sugeriu a manutenção do veto de Leite. No relatório, ele não anexou qualquer proposta, apenas relatou os aspectos positivos e negativos da liberação e descreveu os argumentos de clubes de futebol e especialistas contrários e favoráveis à liberação.

 

No relatório, Zucco também informa que as alternativas para liberação das bebidas, como a implementação de agentes privados de segurança nos estádios pagos pelos clubes, não podem sair do papel por confrontar lei federal do estatuto do torcedor. Também, segundo o deputado, os clubes não poderiam pagar ao Estado pelo aumento do efetivo em jogos com bebidas alcoólicas liberadas.

 

De acordo com o relatório, a Procuradoria-Geral da República (PGR) manifestou contrariedade às leis estaduais que aprovaram a liberação do álcool nos estádios porque lei federal (estatuto do torcedor) já proíbe o consumo. Foram ajuizadas seis ações diretas de inconstitucionalidade (ADIs) contra as leis dos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Mato Grosso, Ceará e Paraná. Caso o governo do Estado e a Assembleia aprovassem projeto para liberação das bebidas nos estádios ela também seria declarada inconstitucional, conforme Zucco.

 

Projeto para liberar

O deputado Giuseppe Riesgo (Novo), integrante da subcomissão que tratou sobre o tema na Assembleia, está construindo, em conjunto com outros colegas, projeto para liberar, sob regulamentação, as bebidas nos estádios. Ao contrário do que ocorreu em dezembro, quando o projeto foi votada sem discussão, a proposta a ser construída seria uma "autorização responsável", conforme Riesgo. Para consumir cerveja, por exemplo, seria exigido um limite de teor alcoólico e delimitado período para beber (até o fim do primeiro tempo).

 

* por Gaúcha ZH

Agenda

  • 24/08/201923:59Nego Joe - Livin Lounge Bar
  • 24/08/201922:00Karaoke Night - Harp Pub
  • 24/08/201922:00Acústico com Jé e Robertinho - Molen Bar
  • 25/08/201919:00Lucas Coradi - Molen Bar

Top 10

  • 1WESLEY SAFADÃO - IGUAL ELA, SÓ UMA (2019)
  • 2MARILIA MENDONÇA - TODO MUNDO VAI SOFRER (2019)
  • 3SORRISO MAROTO Part. Dilsinho - 50 VEZES (2019)
  • 4ED SHEERAN & Justin Bieber - I DON'T CARE (2019)
  • 5ANITTA Feat Ludmilla Snoop Dogg - ONDA DIFERENTE (2019)
  • 6LUAN SANTANA - QUANDO A BAD BATER (2019)
  • 7VITÃO - CAFÉ (2019)
  • 8JORGE E MATEUS - TIJOLÃO (2019)
  • 9IZA - BRISA (2019)
  • 10SHAWN MENDES, Camila Cabello - SENORITA (2019)
Fale Conosco: 54 3344 1605
Tapejara/RS - Brasil
100e7 FM © Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por wg3web.com.br